Como conhecer as expectativas dos seus públicos e orientar sua comunicação para o alcance da sua Visão e Missão?

VN:F [1.9.16_1159]
Rating: 3.7/5 (3 votes cast)

Foto: Cunhã Feminista

 

Em 2011, a International Women’s Health Coalition (IWHC, NY/EUA) buscou fortalecer várias frentes das organizações feministas brasileiras por ela apoiadas. A Metara foi convidada a contribuir com a comunicação estratégica das ONGs Curumim (Recife/PE) e Cunhã (João Pessoa/PB).

 

Para essas entidades, o grande desafio era alinhar a comunicação aos esforços de captação de recursos, reforço de reputação e a busca de linguagens e conteúdos que fortalecessem as causas e práticas feministas.

 

Para isso, dividimos o desafio e três grandes etapas: SENSIBILIZAÇÃO, IMERSÃO E PROPOSIÇÕES. Na 1ª etapa, a Metara realizou sua oficina “Conversas Sobre Comunicação Estratégica”, onde apresentamos conceitos e trocamos impressões sobre marketing social, relacionamento público, públicos de interesse X público alvo etc.. O objetivo aqui é propor uma visão mais abrangente das possibilidades da comunicação de cada organização.

 

Na etapa de IMERSÃO, buscamos entender o perfil e trajetória das organizações, além de montar um inventário dos projetos, produtos, serviços e recursos de comunicação das ONGs. A Metara estudou, junto com cada organização, quais eram suas forças e fraquezas, os públicos atuais e desejáveis, quais os níveis de poder e interesse desses sujeitos em relação a elas e buscamos realinhar essas relações, na medida do necessário. Em entrevistas de profundidade e grupos focais, revelamos expectativas de valor e de diálogo dos públicos em relação à Curumim e Cunhã, criando um novo mapa de públicos que melhor se alinhasse com suas missões e capacidades.

 

Na etapa final, de PROPOSIÇÕES, a Metara produziu, junto com as equipes da área, planos de comunicação capazes de alinhar recursos disponíveis, expectativas dos públicos atuais e desejáveis e recomendações de ajustes da metodologia de trabalho e projetos onde a comunicação contribuísse com a mobilização de recursos.

 

Em depoimento, uma das coordenadoras das entidades afirmou: “A Metara nos desafio a repensar a forma como nos vemos e como queremos ser vistas. Fez provocações profundas que nos fez pensar novas e ousadas estratégias para lidar com nossas dificuldades atuais, o feminismo na atualidade e como seguir lutando pela relevância da organização em nosso Estado”.

Como conhecer as expectativas dos seus públicos e orientar sua comunicação para o alcance da sua Visão e Missão?, 3.7 out of 5 based on 3 ratings
Cliente:

enviar página